Vereadores pedem investigação sobre empréstimos consignados em Arame

O procurador-geral de justiça em exercício,
Francisco das Chagas Barros de Sousa, recebeu, na manhã desta quinta-feira, 2,
uma comitiva de vereadores de Arame que pediram ao Ministério Público do
Maranhão para investigar os empréstimos consignados de servidores públicos,
firmados de 2006 a 2014, por intermédio da Prefeitura de Arame com os bancos
BMG, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco da Amazônia.
Apesar de haver o desconto automático das parcelas na folha de pagamento
do Município de Arame, os bancos estão cobrando dos funcionários a quitação
desses valores, sob o argumento de que não estariam recebendo o repasse da
prefeitura.
Segundo a denúncia dos parlamentares, alguns bancos já teriam incluído
os nomes dos funcionários municipais no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e
Serasa. Assinaram a representação, os vereadores Marcelo Enfermeiro, Danilo
Feitosa, Elizeu Albuquerque, Irmão Osmar e Genivaldo Lopes Ribeiro.
Francisco Barros afirmou que o Ministério Público vai realizar todas as
investigações necessárias para apurar a situação. Os promotores de justiça
Sirley Aires Rodrigues (chefe de gabinete da PGJ) e Emmanuel Guterres Soares
(assessor especial da PGJ) também participaram da reunião.

Informações e vídeos podem ser enviados ao Blog
Bacabeira em Foco
 através do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo WhatSapp (98)
9965-0206