Vereadores batem boca na câmara de Rosário

Por Jefferson Calvet
Blog Bacabeira em Foco
Os vereadores
Jardson Rocha (PP) e o presidente da Câmara, vereador Agenor Brandão (PV)
bateram boca na sessão desta segunda-feira (01), durante o uso do pequeno
expediente dos trabalhos legislativos em Rosário.
O motivo do
bate-boca foi a ‘bendita’ CPI da saúde, criada há mais de uma semana por ato da
presidência da Câmara municipal.
Jardson
denunciou má fé do presidente da câmara ao criar a comissão parlamentar de
inquérito sem autorização dos parlamentares. É certo que o requerimento de
solicitação de abertura da CPI contou com dez assinaturas, mas, segundo
Jardson, o presidente da casa havia arquivado a matéria há dois meses.
O clima
ficou tão tenso que Jardson levou uma pizza ao plenário e apresentou em tribuna
durante seu discurso, fazendo alusão ao resultado da CPI.
Brandão,
por sua vez, não ficou por baixo e respondeu a altura dizendo se sentir impressionado
em saber que os vereadores que tanto cobravam a falta de saúde na cidade,
querem retirar suas assinaturas da comissão. Segundo Brandão,
Jardson foi um dos vereadores que mais cobrava e denunciava a saúde pública de
Rosário, nos anos de 2013 e 2014, e não entende reclinada do parlamentar na
abertura da CPI.
Por pouco a
discussão entre os dois parlamentares não tomou rumo pessoal.
O vereador
Jardson solicitou ainda, em forma de matéria verbal, cópia do teor e áudio da
ata da sessão que deliberou a votou o requerimento que criou a comissão
parlamentar de inquérito – CPI. O requerimento verbal do vereador Jardson foi
aprovado pelos parlamentares.
GRANDE EXPEDIENTE

No segundo
expediente da sessão, todos os vereadores tiveram oportunidade de usar a
tribuna novamente, a contar o vereador Jardson Rocha, o penúltimo a usá-la.
Nesse expediente,
Jardson voltou a bater boca com o presidente da casa e ainda articulou para que
Brandão, o último inscrito, não pudesse usar a tribuna.
Com a
ausência do vereador Carlos do Remédio (SD), o parlamento nesta sessão contou
apenas com 12 vereadores presentes.

Antes de iniciar o pronunciamento de
Jardson, os vereadores Léo Cavalcante (PTB), Sandro Marinho (PSD) e Nazareno
Barros (PTdoB) já haviam deixado o plenário; e quando usou e findou seu
discurso, Jardson, Pedrosa Necó (PSB) e Jorge do Bingo (PTdoB) também deixaram
a câmara.

Da tribuna,
o vereador anunciou que iria esvaziar o plenário, justamente para que Brandão
não pudesse usar a tribuna por falta quórum. Brandão ficou injuriado com
a atitude do colega e prometeu revanche para a próxima sessão.

O negócio
tá ficando sério…

Informações e vídeos podem ser enviados
ao Blog Bacabeira em Foco através do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo
WhatSapp 
(98)
9965-0206