Um presente para os amantes da ficção

J.S. da Cruzz, faz uma viagem no seu imaginário e cria sua grande obra literária com personagens emocionantes.

Por Sande Moraes – O escritor paulista, João Cruz lança ainda este mês de dezembro de 2016 sua primeira grande obra literária, um romance de pura ficção que nos impressiona pelas características bem reais dos seus personagens, uma estória contada em vários capítulos que nos leva a uma longa viagem de sonhos, paixões e emoção.

João Silva Cruz que recebe o pseudônimo como escritor J.S. da Cruzz,  é natural de Pereira Barreto, Estado de São Paulo, casado,  três filhos, graduado em Letras, Filosofia, Direito e Comunicação Social, Pós Graduado em Marketing, Propaganda, Docente, Palestrante. O autor conta que escreve artigos, publicados em revistas sobre tendências de mercado com foco em marketing, propaganda, franchising e negócios. Eventualmente faz palestras sobe estes temas e motivacionais. Sempre participa de concursos de crônicas, contos e poesias e que algumas vezes foi vencedor. Tudo muito simples e de nível municipal. Sobre sua inspiração: “Busco em qualquer coisa que me emocione ou me faça pensar na busca de uma saída, em alguma Musa platônica…” acentuou o escritor.

“Quando Você Invadiu o Meu Eu”

Ao comentarmos sobre a criação do título da obra, o escritor foi claro quanto à dúvida que surgiu na escolha do nome para o livro, pois o título nasceu depois da história e a busca era por um título que justificasse o conteúdo. – “. Na verdade eu buscava um verbo mais forte, no lugar de “Invadiu”, como ” atropelou “, ” estrangulou”, mas, sinceramente, o acervo do meu repertório estava escasso… Resumindo, alguém que se julgava forte e experiente, sem que percebesse, fora envolvido e preso pelos encantos de outro alguém de forma imperceptivelmente flagrante.”

O escritor J.S. da Cruzz nos contou ainda, que estava entre outras quatro opções de títulos:: 1) Quando o universo conspira;  2)Tudo começou de um nada;  3) Estocolmo e 4) Carmen e Saulo.  E a escolha foi definida a partir das  críticas de uma funcionária da Livraria Cultura de São Paulo, que  o abriu os olhos, e o fez decidir por esta opção. – “Ela me orientou dizendo que a primeira leva a imaginar algo sobre astronomia; a segunda é muito óbvia e fraca; a terceira, embora ousada e forte, seleciona o público levando-o a imaginar sobre turismo, dados sobre a cidade ou alguma história sobre a síndrome. Comentou que “Quando você Invadiu o meu eu” é a mais forte porque provoca sensações de curiosidade, de desejo de saber mais, é abrangente e parece tocar em emoções e assuntos de natureza psicológica.  – ressaltou o escritor. Segundo a profissional, estaria na mesma linha do best seller “Como eu era antes de você”, um dos mais vendidos nos últimos 90 dias em razão do filme.

Em conversa, J. S. da Cruzz diz ser um estreante, calouro um neófito e que não tem certeza se suas obras seguiram a linha da ficção, mas pensa que este caminho poderá ser o seu talento como escritor. Quando perguntamos sobre a influência da tecnologia avançada através da internet e outras ferramentas no que diz respeito aos livros impressos e virtuais, ele nos diz que embora educado ao cheiro das tintas, ambos são importantes –  “percebo que estamos nos tornando uma geração de muita forma e pouco conteúdo. Quanto aos livros impressos ou virtuais, os ebooks, recebo-os de bom grado, porém meu metabolismo foi educado ao cheiro da tinta e o tatear do papel. Penso que ambos devam caminhar juntos. O importante é ler, pois quando você lê, o mundo vê você.” – concluiu  o escritor.

“Quando você invadiu o meu eu ” de J. S. da Cruzz, esta previsto para ser lançado ainda neste final de ano, serão 2.000 (dois mil) exemplares, uma pequena tiragem que servirá de teste mercado e ajustes finais. A data e local de lançamento, brevemente será anunciada para  os leitores que aguardam com ansiedade e curiosidade, possam ter em mãos esta obra que com certeza entrará para a história da literatura Brasileira.