Tiroteio dentro do fórum de São Luís deixa dois feridos

O preso Erinaldo Almeida Soeiro, que prestava depoimento no fim da manhã
desta quinta-feira (31), por duplo assassinato, teria aproveitado o momento em
que foram tiradas as algemas dele, tomado armas de dois agentes penitenciários,
e baleado o policial civil Enedias Chagas Neto, investigador do Departamento de
Narcóticos (Denarc), dentro do Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís
De acordo com informações do titular da Denarc, delegado Cláudio Mendes,
o policial reagiu, mesmo caído, e atirou no acusado, que levou tiros no peito e
um na mão. O fato ocorreu no terceiro andar do fórum, onde funcionam as varas
criminais.

“Fomos para a audiência como testemunhas. Ao começar a audiência, o juiz
pediu que me retirasse para começar o depoimento. Após me retirar, escutei
cinco disparos no corredor. Quando sai vi um homem no chão e o policial no
final do corredor, também caído, com um tiro no pescoço. O criminoso teria
tomado uma pistola e um revólver e começado a disparar”, contou o
delegado.

O policial e o acusado de homicídio estavam em audiências diferentes. Erinaldo
teria tomado a arma de um agente penitenciário primeiro, depois rendido um
segundo e também tomado uma arma. Ao tentar fugir, teria se deparado com o
policial civil Enedias Neto, e atirou. Enedias reagiu e atingiu o acusado três
vezes.

O policial foi encaminhado a um hospital particular da capital, após levar um
tiro no pescoço , e não corre risco de morte. O acusado de duplo homicídio
também recebeu atendimento e foi encaminhado a uma unidade de saúde da capital,
em estado muito grave, segundo informações policiais. (Do G1MA)

Informações e vídeos
ao Blog Bacabeira em Foco podem ser enviados por email:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo Whatsapp (98) 9965-0206