Saúde Pública de Rosário será discutida com o Ministério Público

Por Jefferson Calvet
Blog Bacabeira em Foco
A Câmara
Municipal de Rosário voltou a discutir a saúde pública do município de Rosário,
na sessão realizada nesta segunda-feira (24), durante explanação de
requerimento apresentado pelo vereador Pedrosa Necó (PSB).
O requerimento
pede uma reunião de trabalho envolvendo as autoridades do município de Rosário,
a exemplo da promotoria de justiça, prefeita, vereadores, secretários e
conselho municipal de saúde, com prioridade para o Ministério Público em marcar
a melhor data para discutir a possibilidade de reabertura do centro cirúrgico
do único hospital público de Rosário, o SESP.
A ideia
foi aprovada por todos os vereadores, já que vinham desde 2013 cobrando a reabertura
do hospital.
O fechamento
do único centro cirúrgico público de Rosário causou muitos prejuízos à prefeita
Irlahi Linhares (PMDB), principalmente por causa das críticas e denúncias
feitas por esse problema. O centro cirúrgico foi fechado pela Vigilância
Sanitária do estado – VISA, onde, desde então permanece lacrado.
A reunião
com o Ministério Público visa buscar meios para garantir a reabertura do centro
cirúrgico do hospital, pois, voltará a beneficiar a população rosariense e até outros
municípios da região, como Bacabeira, Cachoeira Grande, Axixá e Presidente Juscelino,
que necessitam dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, o SUS.
Desde janeiro
de 2013 a população tem sofrido com essa situação, pois, na hora que precisam
submeter-se por procedimentos cirúrgicos, como parto, por exemplo, tem que se
deslocar para outros municípios que dispões dos serviços.
– “É de extrema necessidade que sejam alocados e
mantidos recursos em caixa pelo ente estadual para a manutenção do hospital municipal,
a fim de que sejam realizados procedimentos cirúrgicos, visto que a população
clama por seus direitos e não aceitam mais percorrer outras cidades para serem
atendidos
,” disse Necó.
O requerimento
também foi discutido por outros vereadores. Alguns deles voltaram a denunciar a
falta de atendimento cirúrgico que já dura quase três anos em Rosário.
Alguns parlamentares
chegaram até a brincar com o vereador Luis Carlos, o Kiko (PP), que tem viajado
constantemente até a cidade de Peritoró levando pacientes para se submeter a
procedimentos cirúrgicos simples.
Em 2014,
o mesmo vereador Pedrosa Necó apresentou um projeto de Lei autorizando a
prefeita Irlahi Linhares a criar o “programa Cirurgias Eletiva e exames
complementares”. Na época, os vereadores, por unanimidade, aprovaram a proposta
que foi encaminhada para o poder executivo rosariense para ser adequado,
sancionado e posto em prática.
A data da
reunião ainda será agendada pela promotora de justiça, Drª Maria Cristina
Murillo.

Informações e vídeos podem ser enviados ao Blog Bacabeira em Foco através
do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo WhatSapp (98) 9965-0206