Mozart Baldez volta a denunciar descaso do TJ com Comarcas no interior do estado

Por Jefferson Calvet
Blog Bacabeira em Foco
O advogado
Mozart Baldez, cogitado entre muitos advogados para presidir a Ordem dos
Advogados do Brasil – OAB/MA, realizou uma vistoria em muitos municípios do
estado par mostrar a triste realidade da justiça do Maranhão e das comarcas do
interior.
Mozart
constatou a falta de juízes titulares em comarcas do interior e isso tem feito
acumular processos que precisam ser despachados. Na tentativa de chamar a
atenção das autoridades e levar o caso ao conhecimento da população, Dr. Baldez
percorreu cerca de quatorze (14) municípios e em todas as comarcas gravou um
vídeo para provar o que estava dizendo era mesmo verdade.
As 14
Comarcas que visitou estavam em total abandono pela ausência de juízes. Para Mozart,
a situação contribui para o agravamento da morosidade da Justiça do estado,
algo que ele mesmo já havia denunciado meses atrás. RELEIA
Segundo
Dr. Baldez, os advogados que atuam no Maranhão são prejudicados por causa desse
grande e grave problema, pois não conseguem agilizar processos por falta desse
desrespeito com a justiça do estado. Para ele, muitos advogados têm prejuízos,
pois, muitas vezes, acabam apenas dando viagens nas comarcas por falta de
audiências.
A situação
das cidades da baixada maranhense são as piores, segundo o advogado. Muitas comarcas
nem juiz tem, como é o caso de Maracaçumé e Governador Nunes Freire.
Foram ao todo 14
cidades, entre elas: Vitória do Mearim, Arari, Coroatá, Itapecuru-Mirim,
Governador Nunes Freire, Santa
Helena, Bequimão, Maracaçumé, Vargem Grande, Pinheiro, Penalva e
São Bento.
Outro
fato denunciado pelo advogado é a escala TQQ (terças, quartas e quintas-feiras)
que muitos juízes seguem, o que, segundo ele, prejudica o trabalho dos
defensores, sem contar que muitos juízes atuam em mais de uma comarca,
atrasando ainda mais os despachos.

Acompanhe
vídeos das visitas às Comarcas Maranhenses na página do advogado Mozart Baldez

Informações e vídeos podem
ser enviados ao Blog Bacabeira em Foco através do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo WhatSapp (98)
9965-0206