Justiça Eleitoral julga improcedente ação movida contra Alan Linhares

Por Daniel Mendes

Em sentença
emitida ontem (10), a Justiça Eleitoral julgou improcedente a ação de
impugnação de mandato eletivo movida, por um pequeno grupo da oposição de
Bacabeira, contra a atual gestão do município. Em decisão, a Justiça inocentou
o prefeito Alan Linhares, o vice José Benedito Pereira Torres, o presidente da
Câmara de Vereadores, Antônio Romualdo Barbosa Oliveira (Romualdo), e os
vereadores Dino Petronílio Silva e Silva (Dino Neto) e Antônio Luis de Sousa
(Luis Vilaça).
Conforme apontado pala Justiça Eleitoral, a ação de impugnação de
mandato eletivo movida pela coligação “Bacabeira União de Todos Nós”, que ficou
em terceiro lugar no pleito majoritário das eleições de 2012, não apresenta
elementos que comprovem as denúncias da suposta compra de votos e abuso de
poder político e/ou econômico, durante o pleito de 2012. A ação já havia sido
apontada como improcedente em parecer da Procuradoria Regional Eleitoral.
“No presente caso, não restou configurado nenhum dos requisitos
que caracterizem a captação ilícita de sufrágio (compra de voto), que demonstre
a procedência do processo, uma vez que as provas produzidas não são
suficientes, uma vez que a única testemunha que confirmou os fatos demonstrou
parcialidade em seu testemunho”, aponta um dos trechos da sentença.
Após comunicado sobre a decisão da Justiça, o prefeito Alan
Linhares declarou que desde o início estava convicto que a sua idoneidade seria
comprovada. “Esperávamos essa decisão, certos de que ela provaria a verdade dos
fatos, pois nada de ilícito foi cometido. É a Justiça fazendo justiça”.
Desde que o prefeito Alan Linhares assumiu a gestão do município,
grupos políticos contrários tentaram, sem êxito, tumultuar a sua administração,
apontando provas falhas e inexistentes, na tentativa de comprovar ilicitudes
não cometidas antes ou durante seu mandato.
A decisão foi publicada no Diário da Justiça do Maranhão de 10 de
julho, edição 128, onde pode ser visualizada integralmente.

Informações e vídeos
ao Blog Bacabeira em Foco podem ser enviados por email:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou
pelo WhatSapp (98) 9965-0206