Governo participa de debate para reformulação do Ensino Médio

Por Jefferson Calvet
Blog Bacabeira em Foco
Com
o objetivo de debater e propor medidas visando a reformulação do ensino médio
que hoje é desenvolvido no Brasil, coordenadores educacionais de todos os
Estados brasileiros e secretários de Estado da Educação reuniram-se em Manaus
(AM), no último final de semana, no II Seminário do Ensino Médio. O evento
foi promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).
Ao
participar do seminário, a secretária de Estado da Educação do Maranhão, Áurea
Prazeres, destacou a importância da discussão para reformular o Ensino Médio.
“Além dos debates, estamos apresentando sugestões e um conjunto de propostas
sugerindo inferências no Projeto de Lei, em tramitação no Congresso
Nacional, que estabelece as diretrizes e bases da educação para instituir a jornada
em tempo integral do Ensino Médio e dispor sobre a organização dos currículos
em áreas de conhecimento”, ressaltou.
Durante
dois dias de evento, coordenadores e supervisores de Ensino Médio de todo o
País, discutiram e fizeram análises técnicas, seguidas de um debate nacional
acerca dos tópicos que compõem o Projeto de Lei nº 6840/2013. A análise
abrangeu discussões sobre Educação Integral, Áreas do Conhecimento,
Contextualização, Língua Estrangeira, Distribuição do Currículo,
Interdisciplinaridade, Transversalidade, Componentes Curriculares, Opções de
Aprofundamento, Avaliação, Formação Docente e Formação Técnica Profissional.
A
supervisora de Ensino Médio da Seduc, Eliana Pereira, informou que foram
discutidas propostas como a possibilidade de composição do currículo com
áreas optativas para o aluno, entre outras medidas. “Debatemos questões como o
ensino com mediação tecnológica; a formulação de um currículo dividido por
áreas do conhecimento; a proposta de semestralidade, além de ações específicas
voltadas para um melhor desenvolvimento do ensino médio noturno”, explicou.
Para
o secretário de Estado de Educação do Amazonas, vice-presidente do Consed e
coordenador do Eixo-Reformulação do Ensino Médio, Rossieli Soares da Silva, a
discussão é necessária. “Nos moldes de hoje, o ensino médio brasileiro tem
apenas um caminho. Estamos trabalhando para mudar esse modelo ‘engessado’, no
sentido de sua flexibilização. Precisamos que o ensino médio contemple as
diversidades e que trabalhe com as possibilidades”, enfatizou.

Informações e vídeos podem
ser enviados ao Blog Bacabeira em Foco através do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo Whatsapp (98) 9965-0206