De olho no senado, PSDB pode incentivar candidatura de Roberto Rocha a prefeito de São Luis

Por Jefferson Calvet
Blog Bacabeira em Foco

Uma observação muito
bem feita pelo jornalista Diego Emir, publicado na manhã desta segunda-feira
(08) em seu blog, traz à tona uma possível candidatura do senador Roberto Rocha
(PSB) a prefeito da capital maranhense, no ano que vem.
A avaliação sucinta
do blogueiro faz todo sentido, haja vista que o PSDB é quem tem a primeira
suplência de Roberto no senado e, em caso de vitória nas urnas em 2016, é o
partido quem assume a vaga do socialista, em Brasília.
Sem dúvida nenhuma,
o PSDB já pensou nessa tática, já que, dificilmente, terá um nome a apresentar
nas eleições municipais como cabeça de chapa.
Segundo o
vice-presidente estadual e atual presidente da comissão municipal do PSDB, em
São Luis, Pinto Itamaraty, em conversa com o titular do blog Bacabeira em Foco, no início do ano, a prioridade do PSDB é
lançar o máximo de candidatos a prefeitos nos municípios do Maranhão, a fim de
fortalecer o projeto maior do partido, que é a eleição de Aécio Neves, em 2018,
a presidência do Brasil.
Na leitura atual da
corrida pela sucessão municipal em São Luis, esse projeto não terá muito êxito,
porém apoiando um nome que seja ligado ao presidenciável pode ser a saída para
os planos do partido.
No 2º turno das
eleições de 2014, Roberto Rocha foi um dos apoiadores da candidatura do tucano Aécio,
depois que o seu partido, o PSB, declarou apoio ao mesmo.
É certo que uma eventual
candidatura do senador Roberto Rocha a prefeitura pode causar um certo
desconforto na base do governador Flávio Dino (PCdoB), já que este pretende
continuar apostando no projeto do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC).
Na eleição de
senador, Roberto obteve obteve mais de 200 mil votos, que corresponde a 45,96%
dos votos válidos na capital.
PSB e PSDB vem
mantendo uma aliança no Congresso Nacional e é muito provável que as duas
legendas disputem em várias capitais do país de forma unificada as eleições
majoritárias, visando 2018, quando os socialistas devem compor com os tucanos
na disputa presidencial.
Só para reforçar a
hipótese, Roberto Rocha já foi membro do PSDB, inclusive, deputado federal mais
votado da história do Maranhão.
Tem ou não tem rumo?

Informações e vídeos podem ser enviados
ao Blog Bacabeira em Foco através do e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo
WhatSapp 
(98)
9965-0206