Cunha diz que analisará primeiros pedidos de impeachment nesta semana

“Decisão de aceitar
ou não os pedidos de impedimentos da presidente dependerão do texto do pedido
em si, bem como de parecer sobre a questão”, disse Cunha



Agência Câmara

O presidente da
Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, reafirmou, ontem (28), em entrevista à
imprensa, no Rio de Janeiro, que irá começar a despachar alguns pedidos de impeachment da
presidente Dilma Rousseff já nesta semana. Cunha participou na Assembleia
Legislativa do Rio de Janeiro de evento sobre a expansão da Rede Legislativa de
Rádio e TV Digital.

Segundo o presidente, a
decisão sobre se aceita ou não os pedidos dependerão do texto do pedido em si,
bem como de parecer sobre a questão. “Nesta semana, já despacho alguns
pedidos. Eu tenho vários pedidos lá. Eu vou começar a despachar alguns. Não
serão todos. Não vou conversar com ninguém. Vou ler os pareceres e tomar decisão
em função do que está colocado lá e dos pareceres que existem.”
Na última semana, Eduardo
Cunha leu em Plenário resposta
à questão de ordem da oposição sobre como seria a tramitação, na Câmara, de um
eventual pedido de abertura de impedimento da chefe do Executivo.

O presidente da Câmara disse que, se negar o andamento do pedido, qualquer
parlamentar poderá apresentar recursos ao Plenário no prazo de cinco sessões.
Caso o pedido de abertura seja aceito pela maioria simples dos deputados, será
analisado por uma comissão especial.

Partidos como PT e PCdoB
classificaram o rito de “manobra regimental” articulada pela oposição
e apresentaram recurso contra a decisão do presidente.

Informações e
vídeos podem ser enviados ao Blog Bacabeira em Foco através do
e-mail:
bacabeiraemfoco@hotmail.com ou pelo Whatsapp (98) 9965-0206